Sarau da Belvedere


PRIMEIRO CANTO DAS GRADES


Dalva Agne Lynch


Não faz sentido.
Vejo o mundo por detrás de grades
E nem ao menos posso me desvestir do corpo que me prende
Como se despe uma roupa que não serve mais.
Quero partir para Pasárgada, mas não existe Pasárgada alguma -
Só na mente de poetas loucos como eu.
Olho por detrás das grades e penso na menina que se atirou da sacada
Em busca do sono libertador que se lhe escapava.
Apenas uma boneca destroçada
Perdida em Chorozón, ao invés de Pasárgada.
Quem apagou Pasárgada de todos os mapas?
E a menina foi recolhida do solo e dos ramos das árvores
Raspando-se-lhes os restos grudados na realidade.
E algo que pensei ser divino virou pó
porque me enganaram.
Ponho-me à janela, e atiro gritos como tranças
Na estúpida esperança de que se me venham salvar.
Mas minha esperança cai ao chão, solitária
E permaneço aqui, irremediavelmente destroçada.
















Escrito por Belvedere às 19h37
[ ] [ envie esta mensagem ]


O homem que queria ser surdo
 
Belvedere
 
Vivia reclamando dos sons da cidade grande.  Tudo o irritava. Som de buzina, campainha, discoteca, crianças brincando,   enfim, o som da vida em  efervescência... 
 Optou por viver isolado e curtir os sons da natureza. Hoje, matou um passarinho, irritado com seu trinado.
 
 
 


Escrito por Belvedere às 18h54
[ ] [ envie esta mensagem ]


LITÍGIO DO TEMPO
Soni@ Pallone
 
"...Escapei do abstrato
Sensibilizei a indiferença
E me entorpeci sozinha
com o cheiro da realidade...
Vivi minhas paixões
no melhor e mais intenso rítmo
Gargalhei de todos os sorrisos
E chorei com todas as lágrimas
Perdoei com o dom dos deuses
que simplesmente
 secam as feridas do depois
Minha luz brilhou e atingiu a tua íris
E agora a minha mente
é um juiz irrascível
que trabalha árduo
 no tempo do meu arrependimento..."
 


Escrito por Belvedere às 09h42
[ ] [ envie esta mensagem ]


Isto é virtual?
 
Rosa Pena


Entro apressada e com muita fome na confeitaria. Escolho uma mesa bem afastada do movimento, pois quero aproveitar a folga para comer e passar um e-mail urgente para meu editor.
 
Peço uma porção de fritas, um sanduíche de rosbife e um suco de laranja. Abro o laptop.
 
Levo um susto com aquela voz baixinha atrás de mim.
 
— Tia, dá um trocado?
 
— Não tenho, menino.
 
— Só uma moedinha para comprar um pão.
 
— Está bem, compro um para você.
 
Minha caixa de entrada está lotada de e-mails. Fico distraída vendo as poesias, as formatações lindas. Ah! Essa música me leva a Londres.
 
— Tia, pede para colocar margarina e queijo também.
 
Percebo que o menino tinha ficado ali.
 
— Ok, vou pedir, mas depois me deixa trabalhar. Estou ocupadíssima.
 
Chega minha refeição e junto com ela meu constrangimento.
 
Faço o pedido do guri, e o garçom me pergunta se quero que mande o garoto “ir à luta”. Meus resquícios de consciência me impedem de dizer sim.
 
Digo que está tudo bem, que o deixe ficar e traga o pedido do menino.
 
— Tia, você tem internet?
 
— Tenho sim, essencial ao mundo de hoje.
 
— O que é internet?
— É um local no computador, onde podemos ver e ouvir muitas coisas, notícias, músicas, conhecer pessoas, ler, escrever, sonhar. Tem de tudo no mundo virtual.

— E o que é virtual?
 
Resolvo dar uma explicação simplificada, na certeza de que ele pouco vai entender e vai me liberar para comer minha deliciosa refeição, sem culpas.
 
— Virtual é um local que imaginamos, algo que não podemos pegar, tocar. É lá que criamos um monte de coisas que gostaríamos de fazer, criamos nossas fantasias, transformamos o mundo em quase como queríamos que ele fosse.
 
— Legal isso. Adoro!
 
— Menino, você entendeu o que é virtual?
 
— Sim, também vivo neste mundo virtual.
 
— Nossa! Você tem computador?
 
— Não, mas meu mundo também é desse jeito... virtual. Minha mãe trabalha, fica o dia todo fora, só chega muito tarde, quase não a vejo. Eu fico cuidando do meu irmão pequeno que chora de fome e eu dou água para ele imaginar que é sopa. Minha irmã mais velha sai todo dia, diz que vai vender o corpo, mas não entendo pois ela sempre volta com o corpo. Meu pai está na cadeia há muito tempo, mas sempre imagino nossa família toda junta em casa, muita comida, muitos brinquedos, ceia de Natal, e eu indo ao colégio para virar médico um dia.
 
Isso é virtual, não é tia?

http://www.rosapena.prosaeverso.com/
http://www.recantodasletras.com.br



Escrito por Belvedere às 19h11
[ ] [ envie esta mensagem ]


PENSAMENTOS E FRASES DE LUIZ MAIA
 
"Existe um sentimento Universal de satisfação em nós quando fazemos algo de bom e positivo aos outros, assim como o de tristeza quando cometemos alguma injustiça com o próximo."
**********
"Existem pessoas, que ao falar de suas vidas, não só nos encantam como nos possibilitam a chance de poder rever conceitos e caminhos outros, nunca antes imaginados. Suas palavras parecem um raio de luz que acende o escuro das almas daqueles que enxergam mas não entendem o que seja ver."
**********
"Não entendo a vida sem os gestos de carinho entre pessoas
que se querem bem, muito menos sem as necessárias atitudes e ações
solidárias vindas até mesmo de pessoas que nunca
se viram antes."
**********
"É impossível duas pessoas compartilharem absolutamente tudo entre si.
Quando se aceita que, mesmo entre os seres humanos mais próximos, continuam a existir distâncias infinitas, pode-se desenvolver uma vida maravilhosa lado a lado."
**********
"A felicidade pode residir nas coisas mais simples da vida.
Ela vive no coração dos mansos, dos humildes, independente de serem pobres ou ricos. Vive no peito daquele que tem o hábito de presentear com flores, quem costuma fazer do sorriso seu cartão de visitas."
**********
"Ter sido lembrado é o que realmente importa ao se receber um presente.
A lembrança que as pessoas têm uma das outras é o mais interessante e a melhor parte"
**********
"As pessoas ultimamente andam com muita pressa. Afinal, nem elas sabem o destino que querem tomar. Sabem apenas que têm pressa."
**********
"O ser humano precisa entender muito mais sobre a sincronização do Universo, e, por conseguinte, a sincronização de nossas próprias vidas. Só assim ele poderá perceber que somos maiores do que aquilo que imaginamos ser."
**********
"O sol existe. Ele está por hora encoberto. Mas chegará o dia em que ele brilhará tão forte em sua vida, que sequer o céu nublado impedirá você de vê-lo."
**********


Escrito por Belvedere às 19h33
[ ] [ envie esta mensagem ]


Cientistas encontram a alma

Carlos de Brito Imbassahy

Foi nos idos anos de 44/45, meses antes de terminar a II Grande Guerra que se teve notícia de que cientistas italianos, financiados pelos nazistas, estavam fazendo um estudo, à época, conhecido como bebê de proveta.

Do estrondoso noticiário veiculado naquela ocasião, o que se pôde deduzir é que eles haviam chegado à conclusão de que, referindo-se a mulheres sadias, essas só se apresentavam férteis se estivessem dotadas de um campo de energia atuante em seu ventre. Campo esse que acompanhava o feto ao nascer.

Isso justificava o motivo pelo qual algumas senhoras tivessem apenas um ou dois filhos e não mais engravidassem, embora acompanhados do mesmo parceiro, sem resguardos nem preocupações específicas para evitar a gravidez.

Na época, a Física dava início a um profundo estudo sobre campos de energia e estava em voga suas pesquisa, por interesses bélicos, até.

Desenvolvendo suas pesquisas, os italianos conseguiram descobrir que, se mudassem a freqüência do campo térmico, conseguiriam chocar ovos de galinhas recém-postos em pouco mais de 48 horas, sem necessidade dos 21 dias tradicionais.

Assim, tudo indica que eles idealizaram a possibilidade de criar, em torno de uma proveta, um campo semelhante ao detectado no ventre materno e, desse modo, inserindo um óvulo e os genes masculinos, obteriam um bebê fabricado na proveta, como se aquele campo artificial pudesse dispor das condições de vida espiritual para animar um ser humano.

É claro que, sendo eles materialistas, achavam que qualquer campo artificial, igual ao que a futura mãe possuía, fosse capaz de gerar o feto.

Logo em seguida, a guerra terminou. Livre do jugo nazista e independente dele, a Itália voltou a ser um país como dantes. Aproveitou-se disso o Papa Eugênio Pacelli (Pio XII) para proibir tais pesquisas, sob a premissa de que feriam as leis da Criação, ou coisa que o valha.

E ninguém mais soube a que conclusões chegaram os experimentadores.

Passam-se os tempos. Trinta anos após, os suecos conseguem armar um espectrógrafo, aparelho comum em nossas CTI e UTI, capaz de detectar a presença de um campo energético no paciente moribundo, campo esse que abandonava o corpo do mesmo no ato do trespasse. Deram-lhe o nome de alma. Ou melhor, atribuíram ao referido campo a concepção que se tinha de alma.

Acoplaram um dinamômetro à aparelhagem e conseguiram medir, por diferença de peso, que a pessoa viva, no ato da morte, ao perder esse campo, também perdia o equivalente a 22g de ação de energia. Esta experiência é conhecida como a pesagem da alma.

Concluíram, assim, que a dita alma é que dava condição de vida ao organismo, dotando seu corpo somático de personalidade e que, sem ela, tal corpo vira cadáver, apesar de suas células continuarem vivas. Logo, não seriam essas células orgânicas as responsáveis pelo princípio vital daquele organismo. Muito ao contrário, elas perdiam sua vitalidade, gradativamente, com o afastamento do aludido campo dito alma.

Dando prosseguimento aos estudos suecos, Harold Saxton Burr conseguiu aperfeiçoar o espectrógrafo de suas pesquisas a ponto de obter resultados específicos a esse campo, dito alma, e que ele intitulou de life's field (campo de vida). Aliás, nome este dado ao seu livro sobre o tema.

O que poderíamos nós deduzir disso tudo?

Primeiramente, à luz dos estudos de Kardec, concluiríamos que o campo detectado pelos italianos, atuando no ventre materno, provavelmente correspondesse ao perispírito do ser encarnante ou esperando oportunidade para se encarnar.

Justifica-se tal hipótese porque ele acompanha o feto e não mais continua ativo no ventre materno.

Posteriormente, os suecos detectam esse campo, provavelmente o mesmo, já que da pesquisa italiana nada restou. Ele dota o organismo humano de vida e de personalidade, portanto, representa, sem dúvida, a alma ou parte do espírito encarnado do indivíduo, pois, ao se afastar do corpo, abandonando-o, dita-lhe a morte (ou desencarnação).

As mesmas células orgânicas de que dispunha o organismo humano continuam vivas, porém, perdem sua principal característica, definhando e transformando o corpo em cadáver, esvaindo-se assim, o princípio vital.

Pode-se, portanto, concluir que o primeiro passo científico para a comprovação da existência da alma foi dado e que nada, até então, contraria a tese espírita reencarnatória.



Escrito por Belvedere às 16h34
[ ] [ envie esta mensagem ]


Palavra
 
Belvedere
 
 
 
Maldita a palavra  que nunca soma,
apenas divide,  fragiliza, atemoriza,
             _mata  sonhos._
 
 
Mostra-se  como dardos  recorrentes,
atingindo a esmo corações
    pródigos em ternuras.
.
Quando, de fato, despertaremos?


Escrito por Belvedere às 17h28
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico
15/10/2006 a 21/10/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
27/08/2006 a 02/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
05/06/2005 a 11/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
01/05/2005 a 07/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
27/02/2005 a 05/03/2005
20/02/2005 a 26/02/2005
13/02/2005 a 19/02/2005
06/02/2005 a 12/02/2005
30/01/2005 a 05/02/2005
23/01/2005 a 29/01/2005
16/01/2005 a 22/01/2005
09/01/2005 a 15/01/2005
02/01/2005 a 08/01/2005




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis





O que é isto?