Sarau da Belvedere


 EXPLICANDO O AMOR
 
 
Há séculos, escritores, poetas, sábios, religiosos, analfabetos, leigos, ateus e ignorantes, vêm tentando explicar o amor. O que amor é, o que o amor não é e o que o amor deveria  ser. Afinal, será que existe mesmo uma explicação para o amor, que agrade a todos, ou o amor é algo que depende exclusivamente do conceito de cada um, em determinados momentos ?
 
Pode-se dizer que o mais cruel e sanguinário bandido não ama, ou, se ama, que ama errado ? Quem ama certo ? Aliás, quem pode amar certo e quem pode amar errado ? Só podem amar certo aqueles que acreditam em Deus ? Só podem amar errado aqueles que acreditam no diabo ?
 
 
O amor é como a lua: um imenso deserto, árido, cinzento, feio para o nosso gosto, sem água e oxigênio, que cada um nele coloca o que bem entende, até torná-lo bonito, como seria aquele satélite, na fértil imaginação dos sonhadores. Pronto, acabei dando outra explicação para o amor !
 
Porém, não é isso que eu quero. Não quero saber se o amor é o mais nobre dos sentimentos, ou se é o mais forte, o suficiente para se sobrepor aos demais sentimentos, principalmente os ditos negativos, como medo, ódio, raiva, inveja e ciúme. Quem me garante que estes sentimentos negativos não contêm, em si, uma certa dose de amor ?
 
Vejamos o ciúme. Não se diz, ou não se tolera o ciúme, como sendo algo próprio de quem ama, desde que alimentado sem excessos ? Então, amor e ciúme, mais do que andar de mãos dadas, são farinha do mesmo saco. E, se são farinha do mesmo saco, então, o amor também tem o seu componente negativo.
 
Na verdade, o que eu quero, é que o amor, assim como a lua, continuem sendo exatamente como são: uma fonte permanente e inesgotável, onde escritores e poetas vão matar sua sede de inspiração, na busca de temas para os seus textos em prosa e verso, a exemplo do que fiz aqui.
 
Romeu Prisco

"O poeta só sobrevive quando está doente d'alma e solitário, estados que o deixam, paradoxalmente, em perfeita saúde poética" (Romeu Prisco).


Escrito por Belvedere às 22h37
[ ] [ envie esta mensagem ]


Viva a juventude!!!!!!

Encantamento
 
O amor tentou revelar-se
Em momentos mágicos
Quando nos olhávamos e
podíamos conversar em silêncio
Quando nossas bocas se encontravam
e faziam parar o tempo
Quando um suspiro era capaz de demonstrar
o alívio de ter-me em seus braços
Para descobrir o que é o amor
Foi preciso perdê-lo para mais tarde
sentir o sabor de tê-lo recuperado
É o mel mais doce que pude saborear
O amor manifestou-se da única forma que pôde
Com sua força e intensidade invadiu e transformou
a minha vida
Tornando-se não apenas uma parte de mim,
mas sim o Todo.
 
(Ana Caroline Menezes)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


Escrito por Belvedere às 18h37
[ ] [ envie esta mensagem ]


Teatro
Elane Tomich
 
O salto quebrou o alto
o canto escorregou
espalhou-se pelo palco
 onde a vida se fechou
 
Sob a cortina pesada
no fuxico da coxia
era gente decorada
ou personagem que ria.
 
Não sei de mim marionete
se existo ou se do céu
do que não sonho, intérprete
eu sonhando sonho meu
 
 


Escrito por Belvedere às 20h45
[ ] [ envie esta mensagem ]


Para minha Mãe
(25/01/2004)
 
© Dalva Agne Lynch
 
 
Perdoa-me, Mãe, de onde me olhas
E sei que me olhas
Porque acabo de aprender
Com meu vazio e silêncio
O que te foi morrer no vazio
E no silêncio...
Quisera poder levar-te rosas
Grandes rosas brancas
Ao solo estranho onde descansas!
Mas não sei onde descansas
E nem mesmo sei se descansas!
Dize-me, Mãe
Há descanso de onde me olhas?
Há descanso do vazio e do vácuo?
Se há, Mãezinha, por favor
Prepara-me outra vez o berço!
E enquanto me esperas
Canta-me suavemente
Eu quero tanto
Poder descansar...
Schlaf kinderlech, schlaf...
Schlaf kinderlech, schlaf...
 
 
 


Escrito por Belvedere às 21h28
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico
15/10/2006 a 21/10/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
27/08/2006 a 02/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
05/06/2005 a 11/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
01/05/2005 a 07/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
27/02/2005 a 05/03/2005
20/02/2005 a 26/02/2005
13/02/2005 a 19/02/2005
06/02/2005 a 12/02/2005
30/01/2005 a 05/02/2005
23/01/2005 a 29/01/2005
16/01/2005 a 22/01/2005
09/01/2005 a 15/01/2005
02/01/2005 a 08/01/2005




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis





O que é isto?