Sarau da Belvedere


O mês verde-amarelo
 
De quatro em quatro anos, ela surge verde-amarelando tudo. Eu, que sou alheio à paixão pelo futebol, não entendo o porquê deste esforço coletivo em parecer patriota, desta exacerbação em torno de um esporte. As cores da Pátria vestem crianças, idosos, homens e mulheres. Todos parecem ter sido escalados para a Seleção. Bares, restaurantes, carros são enfeitados na esperança de ganhar mais um título já ganho tantas vezes. Bastou o Brasil vencer um time obscuro da Suíça para ver a bandeira tremular em alguns veículos. Nos próximos dias, milhares de bandeiras conhecerão o vento e a liberdade. Depois que tudo isso passar, retornarão a escuros guarda-roupas ou conhecerão as lixeiras. A pátria verde-amarela continuará tendo a educação, saúde e segurança nos tons cinzas de sempre.
Por que as Olimpíadas, muito mais abrangente, não comovem tanto? Seria por que nesta competição o Brasil está mais próximo da verdade cotidiana: somos um dos últimos no quadro de medalhas, a maioria dos esportistas volta para casa na primeira fase; quando ganhamos é a exceção que ganhou. No futebol, todos os jogadores são exceção. Todos os jogadores alcançaram níveis de sonho. É tão mais fácil transferir para eles nossas vontades de vitória. Seria a excelência atingida por estes homens um antídoto para nossa falta de excelência?
Trinta dias em que o País volta-se para este instante catártico. Parece que a honra de ser brasileiro só tem efeito durante a Copa. É como se o brasileiro, por ter quase certeza de que será campeão, pudesse estampar um pouco de orgulho por pertencer a uma pátria invencível. Pátria de pés descalços, mas invencível.
Não digo isto de forma moralista, conservadora, ou nacionalista. Apenas me incomodam as possibilidades perdidas. Se toda a energia consumida em expectativas, torcidas, comemorações, se toda a atenção que este evento recebe da mídia, das autoridades, dos cidadãos fossem direcionada ao Brasil real, nossa vida seria outra.
Nossa vida seria outra? Penso aqui com um olhar também de exceção: não gosto de futebol, não gosto do movimento que fazem em torno dele. Não o considero arte, poesia, ou coisa que o valha. Enfim, faço parte de uma minoria, de um grupo que fica quieto para não causar celeuma, e que, para não ser excluído, assiste (quando assiste) aos melhores momentos dos jogos. Este grupo é tão pequeno que parece a seleção ao contrário. Ainda não alcancei a perfeição técnica de um Ronaldinho Gaúcho. O melhor que posso fazer por agora é pseudo-discursar contra a comoção pública que assola o País e ficar levantando hipóteses do quanto seríamos melhor se tratássemos a vida da Nação com a mesma intensidade com que assistimos a um jogo de futebol.
 
Rubens da Cunha

 



Escrito por Belvedere às 20h56
[ ] [ envie esta mensagem ]


Entrelinhas


Soni@ Pallone

"...Não somos amigos,
nem amantes,
não estamos juntos,
mas permanecemos perto.
Não temos ódio,
mas o rancor nos separa,
não sei o que se passa
mas algo acontece!

A ansiedade se esconde
mas em nós permanece.
A expectativa disfarça
mas ronda, espreita, interpela...
O silêncio é tão presente
no entanto, quanto gritamos!

As palavras calam,
mas os olhos condenam.
O mundo gira,
mas voltamos sempre ao mesmo lugar...

A vontade transparece,
o que a vergonha proíbe,
os braços tolhem,
o que as mãos não podem alcançar...

Somos tão pouco
mas podemos tanto!
Somos tão tristes
porque acabamos, afinal,
por nos esquecer !..."



Escrito por Belvedere às 20h54
[ ] [ envie esta mensagem ]


 

06/06/06 ou 666

 

Maria Inês Simões

 

“Dies Lunae VI Junius MMVI”  - Terremotos, maremotos, governantes desgovernados e corruptos, heróis “midianificados”, crimes organizados. E a história ainda espera a chegada do anti-cristo que trará mais sofrimentos à humanidade... :-(((

 

Sobre datas e "calendários" os mais conhecidos são: Juliano e Gregoriano; Judaico; Islâmico/feriados; Orientais; Revolucionário Francês; Grego; Babilônico; Chinês; Rosacruz/Egípcio Antigo; Egípcio; Maçon; Indígenas brasileiros; Inca; Maia/Asteca. Não vou discorrer sobre eles porque ficaria escrevendo por horas. No entanto se cada um perdesse um pouquinho de seu tempo, para fazer uma “pesquisazinha” em um dos muitos sites de buscas, posso garantir que ficaria deslumbrado com o resultado dentro de si mesmo. Isto eu garanto.

 

O interessante na minha opinião: em cada calendário vivemos uma época diferente. Então Fico pensando se  o mundo fosse regido por um único imperador "cristão", com certeza nesta data ele mandaria matar todas as crianças que nascessem em  “06/06/06”. I'uomo iniquo, il figlio della perdizione, la cui venuta avverrà nella potenza di satana. E a humanidade "cristã" com certeza aprovaria o feito.

 

Aprovamos todos os dias coisas piores que isto... Afinal!!!

 

Nosso calendário já passou por várias mudanças (pesquise sobre o equinócio por exemplo). Hoje quando sinto frio no verão, calor no inverno penso que talvez exista ainda algo errado nestas datas que nos apresentam.

 

Com todas as mentiras que a história conta, me pergunto se realmente seria interessante saber: afinal que dia é hoje, senão aquele em que reverenciamos tantas maldades e continuamos calados diante de tantas mentiras.

 

 



 

 

 

 



Escrito por Belvedere às 20h48
[ ] [ envie esta mensagem ]


Tessituras
 
(odeteronchibaltazar)
 
Teci meus dias em solidão
e eram de ausências as minhas noites.
Nunca estive tão longe,
e embora eu mantivesse os pés no chão,
meus olhos andavam em
tuas nuvens.
E enquanto bordava meus versos,
olhava no distante horizonte
buscando, de ti, um sinal.
Fiquei tempos sem uma nota,
um cheiro,
sem uma luz ao final.
Agora desisti de estar vazia.
Quero estar plena
buscar outros amores,
cantar outras partituras,
e deixar de procurar por tua mão.


Escrito por Belvedere às 17h42
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico
15/10/2006 a 21/10/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
27/08/2006 a 02/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
05/06/2005 a 11/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
01/05/2005 a 07/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
27/02/2005 a 05/03/2005
20/02/2005 a 26/02/2005
13/02/2005 a 19/02/2005
06/02/2005 a 12/02/2005
30/01/2005 a 05/02/2005
23/01/2005 a 29/01/2005
16/01/2005 a 22/01/2005
09/01/2005 a 15/01/2005
02/01/2005 a 08/01/2005




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis





O que é isto?